quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Casos de meu existir...

Post de celular, algo pra distrair minha mente enquanto passo mal no onibus, a caminho de casa. Estava pensando nele (o post) em um outro onibus, antes desse, tambem a caminho de casa...

Droga! Estou com caimbra nas maos!! Arrumarei uma tendinite desse jeito! Como arrumei dores estomacais do tanto de café que tomo durante o expediente de trabalho, pra cortar a rotina, pra disperçar as hostilidades que ouço do meu chefe pelo menos uma vez por dia, fazendo o favor de estar trabalhando no depto financeiro, ja que nao ganho nada a mais por isso. Ah sim! Claro que ganho, ganho mais responsabilidades, mais broncas, ja que ha mais erros! Mas ele (o chefe) sempre me lembra disso começando com a frase "-Sei que vc esta me fazendo um favor,mas...(vou te dar esporro por suas burradas, sua idiota!)"

Assim como arrumei muco no pulmões, de tantos cigarros que fumei em 5 anos de 22 que sao os meu agora.

Como arrumei esse maldito mal estar, pelo calor do meu Rio, pelo estresse com meu amado logo cedo. Pensei em usar a palavra amante, pra me referi a ele, mas ha muito mais disso por tras de tudo. E na verdade esse post era pra ser pra ele. Mas nao quero que ele leia. Não agora, talvez depois. Amado soa brega, mas no fim é uma bela palavra, brega, mas bonita. Enfim, era pra falar pra ele algo que sinto. O titulo? Ia ser alguma breguice como "Carta ao meu amor". Haha, olha só, a Fernanda, a Foa, que toda posuda se diz forte, se diz ser amantes de outros e diz ser um homem, por que ser mulherzinha ja nao é mais pra ela. Depois que um relacionamento de 3 anos acaba, começar tudo, desde o inicio, de novo, da preguiça. So que sem querer, por tras da pose "Leonina, fodona!", ela se envolveu, se envolveu demais e jura de pé junto que ao termino de envolvimento não haverão mais outros. Mas voltando ao "Por que năo amante?" ah sim, por que foi algo bem mais que pele. Ate por que nem nos tocar nos tocavamos. Conversamos horas por dia, horas. Nos entitulamos os Chatos. Somos reclamões, carentes, chatos. Esse é meu amado (o brega brilha atras dessa palavra).

Nossa, que duvida se ponto a frase antes ou depois do parenteses...

Continuando...

Amantes sao meus casos, sem envolvimento algum, algo como: eu te uso, você me usa e tudo ok. Como diz uma musica do paralamas que eu nunca me esqueço: "Eu te completo, você não me basta, mas é lindo o gesto de se oferecer!"

Apesar dos pesares, de tudo...
(Ja estou num terceiro onibus, a caminho de casa, ainda...)
Mas por fim, meu amor (o amor é brega, mas não tanto quanto a palavra, amado!)

...Outra nota, a mulher berrando ao telefone no onibus ta bloqueando meu raciocinio, tudo começou com ela entrando e gritando em alto e bom som um"- Oi amiga, vc me ligou?" Que bom amiga, que vc acabou de descer!...

Agora por fim de verdade...

Meu amor, quero que você saiba que:

- Já estou na página 57 do 2o livros da coleção que você me deu, talvez eu estivesse na 100 se nao estivesse escrevendo esse post gigante.

- Voce me fez uma puta falta hoje! Mas penso que te faço o dobro.

- O Hyuk foi uma otima companhia hoje, na sua ausencia.

- Eu te amo.

Agora, depois de 3 conduções, estou em casa, me sinto melhor, Obrigada!

Peço desculpas ao meu professor de Portugues, o Chico, atentando que estou escrevendo do celular. Desconheço a nova pontuação. Foda-se entao!

Talvez hajam edições desse texto, quando eu o ler novamente no computador. Nao vou revisar agora.

Escrever de um celular, cansa!

Um comentário:

Mirian disse...

Também olha o tanto que tu escreveu =D
Epic Win
Me Amor é brega mesmo, fazer o quê ^^
Não melhora nem chamando em outras linguas = Mein Lieben, Mon amour, My love, Il mio amore, Mi amor...
afe...mal necessário (será?!)
Bjx queridona =D